Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Vida-guerra X Gerra-vida

Imagem

Perda

Imagem

Delírio de Aproveitar

Imagem
Aproveitar a estadia, há alguma coisa melhor do que aproveitar devidamente a sua estadia, não consigo imaginar nada melhor, então, se pensarmos que algumas filosofias ou religiões, sei lá como chamar, pregam que escolhemos vir para onde estamos, logo, aproveitar a nossa estadia é tudo que temos a fazer. Pensemos na vida como uma viagem de turismo, com direito a tudo que possamos ter, hotel, lugares de todos os tipos, restaurantes, pessoas interessantes e desconhecidas por todos os lados, pontos turísticos, tudo, realmente tudo que se tem numa viagem. Estamos aqui a passeio, porque não aproveitar tudo que for possível, uma excursão escolhida e planejada, para que se lamentar e perder tempo tentando explicar ou entender qualquer coisa que seja. A  palavra do ordem é: aproveitar. Usar tudo que está a nossa volta da melhor maneira que possamos imaginar e realizar. Sentir sabores, cores, odores, emoções, em suma, viver sem pestanejar muito, ser impulsivo se for o caso e racional se for realme…

Olhando para o meu 2010

Imagem
Uma sensação de que algo ruim meio que se apoderou de mim no inicio da tarde, por mais que tente me desvencilhar, persiste, então comecei a pensar sobre o meu ano, sobre 2010. Não tem sido um ano fácil, encontrei dureza em praticamente todos os setores da minha vida, com poucas exceções.
          Tantas coisas foram desfeitas, tantas imagens foram trocadas, com tudo, não consigo achar o ano ruim, o que realmente mais me intrigou e me intriga durante esse ano é uma certa incapacidade de conseguir modificar a minha realidade, não encontrei a forma nem o caminho de como fazer, encurralado, essa palavra que melhor exprime o sentimento mais constante do ano, com tudo isso, não consigo achar que o ano foi ruim, por mais que seja a coisa mais obvia, não consigo.

           Olhando para trás de uma forma mais ampla, resgatei amizades, aprendi e cresci em vários aspectos, gostei mais de mim, conheci novos eus, permiti a mim o que não permitiria, e este permitir foi r…